gestão escolar

A tomada de decisões precisou ser mais rápida e precisa

A pandemia da covid-19 trouxe grandes desafios para várias áreas de atuação profissional, dentre elas a gestão escolar. A tomada de decisões precisou ser mais rápida e precisa, principalmente quando relacionada ao ensino remoto, às novas maneiras de aprendizagem e à comunicação com a comunidade escolar.

Produzir e disponibilizar aulas no formato online se tornou a principal maneira de oportunizar a aprendizagem dos conteúdos. Para o gestor, o controle e o planejamento também ganharam novos formatos e, para isso, foi preciso mergulhar em uma gestão mais participativa, onde a liderança da equipe e a execução dos planos de ação deveriam envolver estratégias eficazes para a solução de problemas novos que recaíssem sobre a comunidade escolar; sempre acolhendo as diferentes experiências docentes.

Além disso, o processo de aprendizagem precisou ser reformulado. A pergunta que não sai da cabeça dos gestores e professores era: como ensinar de maneira online? Para isso, as buscas por novas metodologias de ensino levaram a equipe escolar aplicar técnicas, materiais e métodos que pudessem envolver os estudantes de forma online no processo de ensino-aprendizagem. 

Outro ponto foi a comunicação efetiva com pais e estudantes diante das restrições de contato durante a pandemia. Para isso, os gestores precisaram criar estratégias ainda mais inovadoras. Grupos de WhatsApp, envio de mensagens direcionadas, busca ativa por meio de telefonemas e e-mails são algumas alternativas; que, para se tornarem efetivas, exigem controle e comprometimento da equipe pedagógica para que que cada informação chegasse aos públicos. 

Diante disso, é imprescindível refletir sobre um ponto importante: gestão participativa. As novas responsabilidades dos gestores colocam no centro do debate os desafios e as estratégias para continuar a obter melhorias nos indicies educacionais e, sobretudo, preparar os estudantes que uma sociedade em constante mudança. Para obter sucesso nesse trabalho, é preciso acolher as experiências dos diversos profissionais que compõem a escola; em contextos desafiadores e incertos, o trabalho em grupo, principalmente na gestão escolar, gera mais que boas ideias: comprometimento coletivo em busca dos mesmos objetivos.

A tomada de decisões precisou ser mais rápida e precisa

Carla Lamara

Socióloga com mestrado sobre metodologias de ensino. No Blog Inforgeneses, escreve sobre novas possibilidades de ensinar e aprender.

Comentários

Send a Message

Sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magnais.