ensino digital

Estratégias de organização no ambiente digital para uma boa prática educacional.

Manter as atividades educacionais em tempos de isolamento social só foi possível por conta da tecnologia. Com essa nova realidade, toda a comunidade educacional se viu obrigada a adotar práticas de ensino remoto. E, em um cenário novo, família e escola também se tornaram aprendizes.

No artigo 'Transitando de um ensino remoto emergencial para uma educação digital em rede, em tempos de pandemia', os autores trazem uma proposta com princípios básicos para o design de um ambiente online. O texto explica a importância de se ter estratégias de organização no ambiente digital para uma boa prática educacional. Que tal conhecer algumas?

1. Criação do GPS (Guia Pedagógico Semanal) com todas as informações necessárias aos estudantes. É importante que este material seja um guia de conteúdos e sobre como serão as metodologias de ensino aplicadas. Além disso, deve-se definir um cronograma com todas as atividades.  Ainda, é fundamental elaborá-lo junto aos professores, o que irá proporcionar a sincronização das atividades. 

2. Além de ensinar, o professor será um guia no processo de aprendizagem. Para isso, é importante  "gerar uma autêntica
comunidade virtual de aprendizagem", estabelecendo ferramentas padrões de comunicação. O objetivo, portanto, é que o docente se torne um agente motivador com o objetivo de fomentar e desenvolver as habilidades pessoais e intelectuais dos estudantes.

3. Saber selecionar conteúdos digitais e tecnologias que serão utilizadas. Para esta estratégia, é preciso conhecer os softwares e como eles podem ajudar na organização administrativa da aula e nos seus aspectos pedagógicos.

4. Preparar e-atividades que motivem e coloquem dinamicidade nos processos online. Mas o que, de fato, caracteriza essas atividades? A resposta é simples: todas aquelas que os estudantes realizam durante a aula online como, por exemplo,  apresentações, participações, atividades impressas e online. Por isso, as e-atividades devem ser detalhadas para desenvolver tarefas e ações com qualidade no ambiente online.

5. Na avaliação digital, é possível desenvolver várias técnicas que possibilitem avaliar os estudantes de maneira diversificada. Por isso, é muito importante utilizar as melhores ferramentas digitais que mostrem resultados. Além disso, deve-se levar em consideração avaliações contínuas que possibilitem ter um diagnóstico do desenvolvimento da aprendizagem; inclui-se, aqui, tarefas, apresentações, acompanhamentos individuais privados e participações.

A organização e sistematização do trabalho docente nunca foi tão exaustivo. De um lado, a urgência da implementação de novos processos online; depois, as tentativas de implementar o ensino híbrido para uma volta segura  aos ambientes físicos. Os desafios são muitos, mas compartilhar novas pesquisas, experiências e conhecimentos ajudam a transformar a educação nestes tempos de pandemia.

Gostou do conteúdo? Compartilha com os seus colegas professores.

Referência: MOREIRA, J. António; HENRIQUES, Susana; BARROS, Daniela Melaré Vieira. Transitando de um ensino remoto emergencial para uma educação digital em rede, em tempos de pandemia. Dialogia, p. 351-364, 2020.

Estratégias de organização no ambiente digital para uma boa prática educacional.

Carla Lamara

Socióloga com mestrado sobre metodologias de ensino. No Blog Inforgeneses, escreve sobre novas possibilidades de ensinar e aprender.

Comentários

Send a Message

Sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magnais.